Já arrancou o projeto europeu “ECOLUTION”

Já arrancou o projeto “ECOLUTION” (mastErs COurse on smart sustainability soLUTIONs), liderado pelo Instituto Politécnico de Coimbra e coordenado pelo professor da sua Escola Superior Agrária (ESAC-IPC), António Dinis Ferreira. A reunião de arranque do projeto ocorreu nos dias 13 e 14 de março de 2024, presencialmente (nas instalações da ESAC) e online.

Este projeto, que envolve investigadores da Escola Superior Agrária (ESAC) e do Instituto Superior de Engenharia (ISEC), visa desenvolver um curso de mestrado interativo avançado e certificado, que capacitará indivíduos com as habilidades e conhecimentos necessários para trabalhar num setor em plena expansão: “Sustentabilidade Ambiental Inteligente”. A ideia é que o curso forme quadros tecnicamente competentes no desenvolvimento de tecnologias avançadas com aplicação na área do ambiente, por isso, durante o mestrado, os alunos irão trabalhar na conceção de protótipos de sistemas de monitorização, como sejam sensores IoT (Internet of Things) e drones.

O mestrado está aberto à participação de qualquer pessoa com formação técnica de base em sustentabilidade ambiental, eletrónica, elétrica, informática ou mecânica, tais como estudantes que tenham concluído uma licenciatura nas referidas áreas ou pessoas com experiência profissional equivalente ou superior (mínimo de 5 anos), estando as candidaturas abertas até ao próximo dia 31 de março.

A proposta deste projeto foi submetida em maio de 2023, à medida Erasmus+ Key Action 2 (Alianças para a Inovação), por um consórcio constituído por quatro instituições de ensino superior, cinco empresas, três associações e igual número de centros de investigação de toda a Europa (Áustria, Bulgária, República Checa, Dinamarca, Grécia, Países Baixos, Portugal e Espanha). O projeto, cuja duração prevista é de três anos, foi selecionado entre centenas de projetos submetidos na mesma convocatória.

Segundo António Dinis Ferreira, coordenador do ECOLUTION, “além do reconhecimento de qualidade conferido pela coordenação do projeto, o mesmo irá permitir fortalecer a rede de contactos internacionais já existente”.

Mais informações sobre o projeto em https://www.ecolutionmsc.eu/.